15/07/2017

Resenha: Lobos de Loki


Titulo: Lobos de Loki
Série: Crônicas de Blackwell
Autoras: K.L. Armstrong e M.A. Marr
Páginas: 320
Editora: Rocco


Sinopse: Para Matt Thorsen, o fato de ser um dos descendentes de Thor, o deus do Trovão, não fazia muita diferença. Junto com vários outros descendentes de Thor ou seu meio-irmão, Loki, o garoto levava uma vida normal em Blackwell, pequena cidade em Dakota do Sul.
Matt conhece cada deus, história e detalhes dos mitos nórdicos. Mas conhecer cada lenda é um coisa, acreditar é outra completamente diferente. Quando as runas revelam que o Ragnarok, ou fim do mundo, está próximo, e que Matt deve lutar pelos deuses para evitar o fim do mundo, o garoto tem uma certa dificuldade em acreditar. Afinal, entre todos os Thorsen, Matt é o mais novo e até hoje nunca demonstrou o mesmo potencial dos seus irmãos mais velhos.
Porém, seu avô parece acreditar que o garoto pode cumprir seu destino, e mais: depois da vitória, Matt deve ser sacrificado para o surgimento de uma nova era dominada pelos descendentes de Thor. Agora, Matt sabe que tem de encontrar os outros descendentes e se preparar para a batalha definitiva. Com a ajuda relutante dos primos Fen e Laurie, descendentes de Loki, o jovem parte em uma incrível aventura para salvar o mundo.

Resenha:
Lobos de Loki se concentra em três personagens, Matt Thorsen, Laurie e Fen Brekke que são três descendentes dos Deuses Nórdicos, eles vivem em uma cidade chamada Blackwell, onde os moradores são divididos entre os descendentes de Thor e os de Loki.

Matt Thorsen é descendente de Thor, ele tem uma personalidade forte de liderança, que é cada vez mais evidente no decorrer do livro. Durante um assembléia, Matt descobre que o Ragnarok esta prestes a acontecer, o fim do mundo esta chegando, e a unica forma de impedir que isso aconteça é se um descendente de Thor, o campeão, destrua a Serpente de Midgard, e para a sua surpresa de Matt ele é o escolhido. Eu adorei ele, Matt se mostrou justo e leal aos amigos, alem de ser um ótimo líder.

"Sabemos como o Ragnarok terá de acontecer. Matt precisa enfrentar a serpente. Matt precisa derrotar a serpente...."

Fen Brekke odeia Matt, mas para proteger o mundo do Ragnarok ele esta disposto a passar por cima disso. Fen passou sua vida sendo ignorado pela sua família, exceto por sua prima Laurie com quem ele tem uma relação como de irmãos e ele é muito protetor com ela. Fen faz o tipo sempre irritado e que não se importa e não gosta de nada, mas é obvio que essa é a forma dele esconder os verdadeiros sentimentos.

Laurie Brekke é muito protegida pela sua família, mas logo ela descobre que eles escondem segredos dela, e junto com Matt e seu primo Fen ela parte em busca dos outros descendentes dos deuses nórdicos para que juntos eles possam ajudar Matt a impedir que o Ragnarok aconteça. No começo pensei que ela seria o ponto fraco da equipe por ela ser muito ingenua, mas no decorrer da leitura ela foi se mostrando corajosa, e no meio de aventuras ela descobre novas habilidades que ela não sabia que tinha até então. Laurie é como o equilíbrio da equipe, por causa das personalidades fortes de Matt e Fen que passam discutindo.

"- Você e Fen quase foram massacrado pelos Saqueadores. Todos nós quase morremos com o tornado. E agora estamos dormindo no mato, descansando para que a gente possa impedir o fim do mundo. Não esta nada bem."

Matt, Fen e Laurie são completamente diferentes um dos outros, e tem personalidade muitos diferentes, e apesar de parecer impossível a equipe dar certo, as autoras conseguiram fazer com que juntos eles se tornassem ainda mais fortes, e aos poucos começam a colocar as diferenças de lado para salvarem o mundo.

"O fato de eles não estarem mais tentando se espancar não significava que eles eram amigos."

Narrado em terceira pessoa e com uma escrita envolvente que prendem a atenção do leitor e em cada um dos capítulos tem ilustrações lindas.

Com uma capa que eu adorei, personagens muito bem construídos e cada personagem evoluindo no decorrer da leitura e o final é surpreendente e algo que eu não estava esperando, mas que deixa com muita vontade de ler o livro seguinte da serie. Lobos de Loki e uma leitura que recomendo. 


4 comentários:

  1. Adorei! Gosto muito de mitologia nórdica ( mas a grega é melhor) e não sabia que tinha esse livro!
    Gostei muito da resenha e de saber que vai ser os descendentes deles que irão lutar!
    Vou ler em breve.

    ResponderExcluir
  2. Ket, livros assim não me interessam muito mas achei esse com uma história bem envolvente. Esse livro é como se fosse Percy Jackson da mitologia nórdica kk.
    Pois bem, os personagens parece ser bem estruturados, e quem gosta da Marvel com certeza deve que amar esse livro. Os personagens parecem que foram feitos para se encaixar, ter aquele equilíbrio perfeito entre eles.
    Gostei muito da sua resenha, espero que tenha outras da continuação do livro.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Esse tipo de livro não é uma coisa que me agrade, gosto muito em filmes mas em livros prefiro outros estilos.
    Esse vou ter que deixar para os fãs do gênero.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Ketellyn!
    Eu quero muito ler esses livros, o universo da Marvel me fascina e esse livro parece ser um complemente de todos os filmes. Toda essa divisão entre os descendentes de Thor e do Loki deve dar uma confusão intensa haha.
    Depois da sua resenha acho que até comprarei esse volume, quero saber mais sobre essa história.

    ResponderExcluir